EDITORIAL

Reflexão



Chegamos a metade do campeonato. Completada a quarta rodada com quatro no extenso dia do sábado. Há bastante informação para compor a tradicional resenha da semana e manter o clima saudável que tanto prezamos e buscamos.

Porém, urge falar sobre outro assunto.

O campeonato da ASTRA 21 existe desde 2000. Nasceu em razão da possibilidade de termos diversos times internos e do farto material doméstico que existia nessa época. Ressalte-se que o campeonato é "filho" da histórica pelada entre servidores e advogados nos anos 80.       

Ao longo dos anos, com a desistência dos colegas servidores, fomos convidando os órgãos coirmãos tornando-se um campeonato institucional. E essa é a tônica. O campo da ASTRA 21, a cada sábado, transforma-se numa atmosfera do Judiciário que se reúne, muito embora para uma competição, mas, sobretudo, para um momento de lazer.

Há de se observar, inicialmente, que a ASTRA 21 é uma associação de servidores do Judiciário. Há regras de convivência, como em qualquer lugar. É uma "casa", onde o dono da casa abre às portas para receber seus amigos.

Excessos em jogos de futebol é quase uma redundância. Porém, na ASTRA 21 deve se ter limites, respeito e bom senso. Essa situação de crítica exacerbada a arbitragem me parece que chegou ao máximo. E o máximo, para mim, beira à borda da loucura. Ora, se o árbitro experiente que nos acompanha há anos erra é porque ele é tolerante! Se um novo árbitro vem realizar o seu serviço, é atacado e desrespeitado furiosamente! Ou seja, com esse tipo de visão, com a profundidade de um pires, qualquer um está errado. Os profissionais estão ali realizando o seu trabalho. São remunerados para isso. Não estão na ASTRA 21 para fazer a vontade de ninguém e muito menos favorecer um ou outro. A quem se excedeu em suas atitudes e comentários, ponha a mão na consciência e pensem no que vocês falaram.

Nesse país é cultural a "reclamação pelo simples prazer de reclamar" de um árbitro de futebol. Não vemos isso em jogos de voleibol. Não vemos jogadores de basquete de mais de dois metros partirem para cima de um árbitro de basquete por não concordar com certa marcação. O handebol, esporte de contato maior que o futebol, não há histórico de críticas à arbitragem após os jogos. Por que no futebol uma mera pelada se transforma em guerra???

É sério. É hora de refletirmos. A ASTRA 21 é um espaço perfeito para a nossa prática saudável semanal. Mas também é um ambiente plural. No sábado havia pais, crianças, mães, esposas, namoradas assistindo aos jogos. Ambiente sadio. Não estão lá para escutar impropérios gratuitos ou ver homens da Justiça incontrolados.

Como disse no início, estamos nisso há 22 (vinte e dois) anos. A ASTRA 21 tem feito de tudo para proporcionar nos sábados o melhor possível para um campeonato que ganhou nome porque vocês mesmo e os que lhes antecederam transformaram isso numa coisa boa. Hoje temos meninos que vinham ver os pais jogar e que hoje jogam com eles no nosso campo. Só isso já é suficiente para vermos que a fórmula deu certo.

Porém, se com os novos tempos o pensamento de integração e respeito à ASTRA 21 e aos que estão no ambiente trabalhando, não existe mais, é porque a evolução foi para o pior e deve ser analisado, com frieza, se vale a pena continuar com isso. 

CAMPEONATO 2021

CLASSIFICAÇÃO

EQUIPES

JOGOS

PTS

VIT

EMP

DER

GP

GC

SALDO

ADVOGADOS

04

09

03

-

01

13

03

10

TRE

04

09

03

01

-

13

05

08

JUSTIÇA FEDERAL

04

08

03

-

01

10

03

07

SEA/REAL

03

06

03

-

-

09

05

04

MEIA BOCA JRS

03

03

01

01

01

05

05

00

PARQUET

04

01

-

01

03

06

14

-08

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

04

01

-

01

03

07

14

-07

PIRATAS

04

00

-

-

04

02

16

-14

 

ARTILHARIA

ATLETA

EQUIPE

GOLS

Gustavo

JF

05

Sérgio Sobral

Advogados

04

Danilo Lisboa        

TRE

04

Jariedson

SEA/REAL

04

Bruno Motta

SEA/REAL

03

Silvio Lamartine

TRE

03

Pablo

JF

03

Waltinho

TJ

03

Robério

Advogados

02

Vicente

MBJrs

02

Luiz Cláudio

TRE

02

Bruno Alisson

PARQUET

02

Bezerra

PARQUET

02

Davi Peixoto

SEA/REAL

01

Tatuta

SEA/REAL

01

Francisco

PARQUET

01

Giovani

PARQUET

01

Gilberto Santos

Advogados

01

Gilberto Pretinho

Advogados

01

Jean Letelier

Advogados

01

Keisson

Advogados

01

Klevelando

Advogados

01

Renato Bahia

Advogados

01

Rodrigo Lira

Advogados

01

Gildenor Jr

TRE

01

Marcelo Patinha

TRE

01

Raniere

TRE

01

Silvio Aquino

TRE

01

Martoni

JF

01

Moadson

JF

01

Allan

TJ

01

Carlos Jadson

TJ

01

Darcio

TJ

01

Tasso

TJ

01

Felipe

MBJrs

01

Guilherme

MBJrs

01

Luis Eduardo (Dudu)

MBJrs

01

André Bezerra

Piratas

01

Ilden

Piratas

01

 

CARTÕES

ATLETA

EQUIPE

CARTÃO AMARELO

CARTÃO VERMELHO

Carlos Magno

TRE

01 (21.08 - MBJrs)

 

Luiz Cláudio

TRE

01 (28.08 - JF)

 

Keisson

Advogados

01 (11.09 - SEA/REA)

 

Robério

Advogados

01 (21.08 - TJ)

 

Felipe

MBJrs

01 (25.09 - JF)

 

Thiago (Goleiro)

MBJrs

01 (25.09 - JF)

 

Victor Hugo

MBJrs

01 (21.08 - TRE)

 

Waltinho

TJ

01 (21.08 - Adv)

01 (25.09 - SEA/REAL)

 

Rafael (Goleiro)

TJ

01 (04.09 - PAR)

 

José Ronaldo

TJ

01 (18.09 - TRE)

 

Gustavo

JF

01 (25.09 - MBJrs)

 

Muni

JF

01 (28.08 - TRE)

 

Pablo

JF

01 (28.08 - TRE)

 

Vicente

MBJrs

x-x-x-x

01 (21.08 - TRE)

Derocy

SEA/REAL

 

01 (25.09 - TJ)

Fantico

SEA/REAL

01 (25.09 - TJ)

 

Nelsian (goleiro)

SEA/REAL

01 (11.09 - Adv)

 

Ruam

SEA/REAL

01(25.09 - TJ)

 

 

 



Clique aqui para voltar.

COMENTÁRIOS

FAÇA O SEU COMENTÁRIO